×
Trânsito

Após chuva, buraco abre e causa retenção na avenida Torquato Tapajós

Em nota, Prefeitura de Manaus informou que o prazo máximo de reparação é de cinco dias

Buraco interditou duas vias do sentido Bairro-Centro da Torquato Tapajós. Foto: Bianca Ribeiro

Manaus (AM) – Após a chuva que atingiu Manaus na tarde desta quarta-feira (2), um buraco abriu na avenida Torquato Tapajós. O trecho no sentido Bairro-Centro, nas proximidades de um supermercado, no bairro da Paz, na Zona Centro-Oeste de Manaus, teve duas faixas parcialmente interditadas.

Agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (Immu) já estão no local orientando motoristas e o trânsito está com uma pequena retenção desde as imediações da rotatória que liga a avenida Max Teixeira, na Zona Norte, à Torquato Tapajós.

Os veículos precisaram desviar para as duas faixas da esquerda para voltarem a acessar as quatro faixas da via metros depois do local onde o asfaltou acabou cedendo. Em nota, o Immu informou que assim que tomou conhecimento do buraco na via, informou a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) sobre o ocorrido. Um trabalho de recuperação do trecho afetado deve ser programado pelas equipes técnicas que irão avaliar o local.

Em nota, a Prefeitura de Manaus, através da Seminf, informou que o prazo máximo de reparação é cinco dias e que o problema é oriundo de uma obra emergencial realizada por uma empresa terceirizada no ano passado.

Confira a nota na íntegra:

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), esclarece que a rede de drenagem profunda implantada na avenida Torquato Tapajós, que rompeu na tarde desta quarta-feira, 2/2/, é oriunda de uma obra emergencial realizada por uma empresa terceirizada no ano passado.

Foi estipulado um prazo para que, no máximo, em cinco dias, a empresa solucione de forma definitiva o trabalho e com o padrão de qualidade exigido pelo prefeito David Almeida. Essa garantia é assegurada por lei, sem ônus algum ao município.

A Prefeitura de Manaus enfatiza que a empresa foi notificada ainda no dia 27/1, pois, de forma tempestiva, a Seminf identificou que a obra apresentava problemas no início da rede.

Leia mais:

PC-AM prende homem por estelionato de vendas de terrenos na zona norte de Manaus

Manaus FC e Amazonas empatam na Arena da Amazônia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.