×
contexto

Bolsonaro promete licença prévia para repavimentação da BR-319 até julho

André Marsílio, disse à coluna acreditar que até julho deste ano o Ibama libere a licença prévia para a repavimentação da BR-319, que liga o Amazonas ao Sul do país.

Após audiência ontem, em Brasília, com o presidente Jair Bolsonaro, e visitar os Ministérios da Infraestrutura, Meio Ambiente e da Economia, o presidente da Associação dos Amigos e Defensores da BR 319, André Marsílio, disse à coluna acreditar que até julho deste ano o Ibama libere a licença prévia para a repavimentação da BR-319, que liga o Amazonas ao Sul do país.

No Ministério do Meio Ambiente, na companhia do deputado federal Delegado Pablo (PSL), André recebeu a sinalização de que até o final deste mês de fevereiro serão concluídos os estudos sobre os impactos em comunidades indígenas.

“Estamos muito confiantes. Praticamente noventa por cento do que se tinha que resolver com relação ao estudo de impacto, foi resolvido, e agora dependemos só dessa questão do componente indígena, que são consultas a comunidades envolvendo três etnias que a Funai precisa fazer para encaminhar as informações ao Ibama. A seguir, acontecerá a liberação da licença prévia, como nos prometeu o presidente da República”, afirmou André à coluna.

Celeridade

No encontro com Bolsonaro, André Marsílio e o deputado Pablo tiveram a garantia de que o Governo Federal fará todos os esforços para que o processo de licenciamento ambiental para as novas obras na BR-319 ganhe celeridade a fim de que a repavimentação da rodovia não demore.

“O presidente prometeu se esforçar para que a Funai finalize logo as suas consultas aos indígenas para que o licenciamento seja concedido pelo Ibama”, afirmou André.

Potássio de US$ 2,5 bi

A empresa canadense Potássio do Brasil está pronta para desembolsar US$ 2,5 bilhões em um grande projeto de exploração de potássio (silvinita) no Estado do Amazonas a partir de Autazes, no Vale do Rio Madeira.

Em entrevista a uma rede de televisão, na manhã de ontem, o diretor executivo da empresa, Adriano Espeschit, informou que R$ 300 milhões já foram gastos em pesquisas na região de Autazes e que todas as exigências legais para a execução do projeto estão sendo atendidas pela Potássio do Brasil.

Projeto avança

Conforme Adriano, o impasse com relação ao povo Mura está sendo sanado e a perspectiva é que o projeto avance e seja iniciada a exploração mineral na bacia que abrange Nova Olinda do Norte e Autazes, no Madeira, e vai até o município paraense de Juriti, no Rio Amazonas.

Segundo Adriano, a tecnologia a ser utilizada na exploração será moderna e limpa, sem danos ao meio ambiente.

Em Autazes, a Potássio do Brasil poderá produzir de 2 e 4 milhões de toneladas de Cloreto de Potássio (KCl) por ano.

Dependência

Considerado importante para o agronegócio, o potássio virou um grave problema para a economia brasileira por conta da pandemia do coronavírus e por questões geopolíticas envolvendo o conflito entre Rússia e Ucrânia.

As maiores reservas estão concentradas na Bielorrússia, na Rússia e no Canadá. O Brasil é totalmente dependente da produção desses países.

Cerca de 95% do potássio produzido no mundo é utilizado como fertilizante agrícola.

Ônibus elétricos

O prefeito David Almeida anunciou, ontem, na Câmara Municipal de Manaus (CMM), a aquisição de 29 ônibus elétricos para o transporte público da capital do Amazonas.

Os ônibus articulados elétricos foram desenvolvidos pela engenharia da BYD no Brasil e já funcionam em corredor exclusivo na cidade de São José dos Campos, no interior de São Paulo.

Novos investimentos

Segundo o governador Wilson Lima, as iniciativas visando a atração de novos investimentos no Estado continuarão a ser buscadas neste ano de 2022, da mesma forma como ocorreu em 2021 com o novo marco regulatório do gás natural.

Em 2021, o governador também destacou a regulamentação da Lei de Serviços Ambientais, que permite o desenvolvimento do marcado de crédito de carbono e vai beneficiar a população do interior que contribui com a preservação ambiental.

Clima e Florestas

Manaus vai sediar a 12ª Reunião Anual da Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF Task Force) programada para acontecer entre 16 a 18 de março.

Segundo o governador Wilson Lima, que preside a Força-Tarefa, o evento será realizado no Centro de Convenções Vasco Vasques, onde os governadores e representantes dos mais diversos segmentos da sociedade civil debaterão estratégias e possíveis soluções visando a redução do desmatamento em estados e províncias de florestas tropicais.

Passaporte de Vacina

Pessoas vacinadas contra a Covid-19 em Manaus já podem ter acesso ao Certificado de Vacinação emitido pela Prefeitura de Manaus.

Para solicitar o certificado, basta o usuário acessar o endereço eletrônico imuniza.manaus.am.gov.br e escolher o botão “Certificado de Vacinação”. Depois, deve informar dados de identificação pessoais – o número do CPF ou do Cartão Nacional do SUS (CNS) e a data de nascimento – e, a seguir, clicar no botão “Emitir”.

Live de Glauber Braga

Com a coordenação do pré-candidato ao Governo do Amazonas Marcelo Amil, ocorrerá, nesta quinta-feira (3), a live do deputado federal Glauber Braga, pré-candidato do PSol à Presidência da República na corrida eleitoral deste ano.

A live será transmitida pelo YouTube, Instagram e pela página do PSol no Facebook (www.facebook.com/redesol50) a partir das 18 horas (hora Manaus).

Emolumentos

Após ser criticado pelo desembargador Yedo Simões, o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) apresentou três propostas para redução dos emolumentos cartorários no Estado.
“Propus a redução a zero das contribuições para os fundos da Defensoria Pública e da Procuradoria Geral do Estado, isso diminuiria os custos em 8%. A terceira proposta foi que o ISS (Imposto Sobre Serviço) fosse cobrado por dentro e não por fora, como estabelece a lei do ISS, isso diminuiria os custos em 13%”, disse Serafim em discurso ontem na Assembleia Legislativa.

Presidida pelo desembargadora Nélia Caminha, a comissão do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), responsável pela matéria no âmbito da Corte, vai analisar as propostas de Serafim.

Federação ainda não

Conforme o presidente do Cidadania no Amazonas, Elcy Monteiro Barroso, que participou de recente reunião da Comissão Executiva Nacional do partido, a proposta sobre a formação de uma federação com o PDT ainda não foi aceita.

Ele diz que as conversas, no entanto, prosseguem com o PDT e também com o PSDB e o Podemos. O MDB foi descartado.

Elcy garante que a decisão final ocorrerá no próximo dia 15 de fevereiro em reunião do Diretório Nacional do Cidadania, da qual ele faz parte.

Nejmi de volta

Após longo período de ausência, por problemas de saúde, a deputada Nejmi Aziz (PSD) voltou ontem às sessões plenárias da Assembleia Legislativa do Amazonas (Ale-AM).
O retorno foi virtual em virtude do tratamento a que a parlamentar está sendo submetida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.