×
Saúde

Projeto Opera+ vai ampliar oferta de cirurgias eletivas no Amazonas

Serão oferecidas 1.295 cirurgias a mais, por mês, somente no HPS Delphina Aziz

MANAUS (AM) – Com o objetivo de ampliar a oferta de cirurgias eletivas no Amazonas, o Projeto Opera+ foi lançado nesta terça-feira (5), pelo governador Wilson Lima no auditório do Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz, Zona Norte de Manaus. 

Com Opera + Amazonas,  Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) passa a ofertar,  no Delphina Aziz, 1.295 cirurgias a mais por mês para pacientes da rede estadual de saúde. A meta do projeto é alcançar, nos meses seguintes, 3.169 cirurgias/mês em Manaus, utilizando também outras unidades da rede estadual. O Opera+ prevê, ainda, a oferta de cirurgias na rede de saúde do interior do estado.

No hospital Delphina Aziz serão realizadas cirurgias gerais (hérnia, vesícula e outros procedimentos do aparelho digestivo), ginecológicas, urológicas, proctológicas, oftalmológicas, vasculares e dermatológicas. 

Antes mesmo de iniciar o Opera + Amazonas, desde o mês de setembro, o hospital já vêm sendo retaguarda dos três grandes prontos-socorros de Manaus (João Lucio, 28 de Agosto e Platão Araújo), realizando cirurgias gerais de emergência, com o objetivo de desafogar e reduzir a lotação dessas unidades.

A pandemia de Covid-19 levou o sistema de saúde no Brasil inteiro a suspender procedimentos ambulatoriais, como as consultas e exames, e também as cirurgias eletivas –  não urgentes –, seguindo protocolos e recomendações do Ministério da Saúde (MS). Em outubro de 2020, com o recrudescimento da pandemia, o hospital Delphina Aziz, referência para a Covid-19 do Estado, já havia sido aberto para a rede de saúde quando a SES-AM teve que recuar no plano e novamente suspender os atendimentos não Covid-19.

Com a ampliação da oferta de cirurgias, o governo quer garantir que aqueles pacientes que tiveram seus procedimentos suspensos e adiados pela pandemia de Covid-19 possam realizá-los o mais breve possível, incluindo aqueles que estavam agendados para o Delphina Aziz em outubro de 2020, mas tiveram suas cirurgias suspensas, quando houve a recrudescimento da Covid-19. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.