×
Investimento

Pagamento do Auxílio Estadual injeta R$ 45 milhões por mês na economia do AM

A medida favorece a geração de emprego e renda nos 62 municípios

Manaus (AM)- O pagamento aos beneficiários do Auxílio Permanente, do Governo do Amazonas, injeta mensalmente R$ 45 milhões na economia.

A medida favorece a geração de emprego e renda nos 62 municípios. O maior programa de transferência de renda da história, o Auxílio Estadual Permanente foi criado pelo governador Wilson Lima para garantir comida na mesa de quem mais precisa. São 300 mil famílias em situação de vulnerabilidade que têm direito ao benefício todos os meses.

“Além do aspecto social de atender as famílias em situação de vulnerabilidade, o Auxílio Estadual, idealizado pelo governador Wilson Lima significa uma injeção de ânimo no comércio da capital e do interior”, destaca Alessandra Campêlo, secretária estadual de Assistência Social.

Entrega de cartões

O governo estadual segue entregando cartões remanescentes. Até esta terça-feira (8), 275.969 benefícios já haviam sido entregues em todo o estado.

Isso representa 91,99% dos 300 mil cartões destinados a famílias em situação extrema pobreza. Em Manaus, o cronograma de entregas está na terceira etapa, que teve início no dia 10 de janeiro e segue até o dia 28 de fevereiro, no Centro Estadual de Convivência do Idoso (Ceci).

Equipes da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) ficam no Ceci do bairro Aparecida de segunda a sexta, das 9h às 16h.

Entre os municípios do interior, aquele que está com as entregas mais avançadas é Anamã: na localidade, dos 950 beneficiários, 939 já haviam recebido o cartão até esta terça-feira (98,8%). Ao todo, a distribuição já ultrapassou 90% em 55 municípios do Amazonas.

No interior, o Governo conta com parcerias de órgãos como a Secretaria de Estado de Educação e Desporto, além das secretarias municipais de Assistência Social, para as entregas.

*Com informações da assessoria

FOTO: Herick Pereira 

Leia mais:

Pupunha e tucumã são as frutas em alta nas Feiras da ADS

Vendas de veículos caem 38,5% em janeiro

Café é a segunda bebida mais consumida no mundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.