×
Preso e condenado

Preso por “julgar” e matar adolescente no “tribunal do crime” em Manaus

Vinícius e os comparsas tiraram o adolescente de casa e o executaram no tribunal do crime

Foto: Suyanne Lima

Manaus (AM) – Após ser condenado a mais de 13 anos de prisão, Vinícius Emanuel Araújo, de 22 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (10), por volta das 6h, no bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte de Manaus, por envolvimento na morte do adolescente Nicolas Tarcísio da Silva Medeiros.

A vítima tinha 17 anos quando foi assassinado, em março de 2018.

Como aconteceu o crime?

De acordo com a delegada Déborah Barreiros, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), no dia do crime Vinicius, Yan Matheus de Souza Guimarães, que está foragido da Justiça e um terceiro suspeito, foram até a casa do adolescente e o levaram para a rua Vivaldo Neves, onde o executaram.

“Vinicius chegou a ser preso logo após o crime e ficou na cadeia por, pelo menos, dois anos e oito meses. Ele está em liberdade desde o final de 2020 e foi julgado e condenado a mais de 13 anos de prisão, ordem essa que cumprimos hoje. Apesar de novo, Vinicius sempre exerceu liderança dentro de uma facção criminosa. A vítima, segundo eles, estava cometendo alguns roubos na área e isso pode ter motivado o crime”, explicou a delegada.

Morto no “tribunal do crime”

A titular da DEHS relatou, ainda, que a vítima foi interrogada pelo trio e acabou sendo julgada em uma espécie de “Tribunal do Crime”.

As diligências em torno do caso continuam em andamento para prender Yan pela participação na ação. O outro envolvido era adolescente e já cumpriu medida socioeducativa.

Vinicius será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Yan procurado

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Yan, também envolvido no crime, pode realizar denúncias anônimas por meio dos números: (92) 98118-9535 ou pelo 181 da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Leia mais:

Criminosos capotam carro durante perseguição policial na Cidade Nova

“Celso”, morto próximo à Ufam, pode ter sido confundido, diz polícia

Membros de facção são presos com arma, munições e drogas em Manaus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.