×
Qualificação

Pesquisa do Senac e Ifpeam aponta demandas por ‘mão de obra’ no Amazonas

O levantamento foi realizado no período de 14 de dezembro de 2021 a 14 de janeiro de 2022

Senac AM
Para o estudo, foram entrevistados 54 empresários de pequenas, médias e grandes empresas.

Manaus (AM) – O Senac AM, em parceria com o Instituto Fecomércio de Pesquisas Empresariais do Amazonas (Ifpeam), realizou sondagem com os empresários do Comércio de Manaus para identificar as demandas por qualificação da mão de obra no mercado de trabalho.

O levantamento foi realizado no período de 14 de dezembro de 2021 a 14 de janeiro de 2022.  
O presidente da Fecomércio AM, Aderson Frota, destaca necessidade de novas formações profissionais para atender às demandas do mercado de trabalho.

A pandemia da Covid-19 provocou muitas mudanças na economia e no funcionamento das empresas Comerciais e de Serviços. Hoje, crescem fortemente as vendas virtuais via e-commerce. As empresas estão demandando profissionais com outras virtudes e aptidões. Este foi o principal objetivo da Pesquisa do Senac AM. O intuito é identificar as necessidades das empresas e os novos formatos de profissionais, principalmente, na área de vendas”, explica.

Para o estudo, foram entrevistados 54 empresários de pequenas, médias e grandes empresas. Desse total, 22 (41%) do Comércio em Geral, 13 (24%) do ramo de produtos de informática, 12 (22%) do setor de Serviços e 6 empresas (11%) de Tecnologia da Informação. Os 2% restantes não estão nesses segmentos.

Crescimento do e-commerce e reflexos nas demandas do mercado de trabalho

O aumento das venda on-line já reflete na procura por profissionais no mercado. No levantamento, 26% dos entrevistados apontaram o “Especialista em Marketing Digital como o profissional mais procurado, enquanto 24% informaram que a maior demanda é por “Desenvolvedor Full Stack”.

Na sequência, são demandadas pelos empregadores as seguintes qualificações: “Especialista em Lojas Virtuais (19%); “Analista de Suporte e Service Desk (13%); Especialista em Experiência com o Cliente/Usuário (6%), Programadores e Desenvolvedores (6%), e Designer de Produtos (6%).  

Relação “Escolaridade x Critério de Seleção”

Indagados sobre o nível de escolaridade mais procurado, 70% apontam ser necessário o ensino superior para a contratação. Na sequência, 17% afirmaram a exigência do ensino técnico e 13% solicitam o ensino médio como nível mínimo de escolaridade.

Dificuldades para a contratação profissional

Para 81% dos empresários, a falta de qualificação é o principal entrave na hora da contratação. Outros 11% indicaram a falta de experiência e 6% apontaram a falta de profissionais no mercado.

Percepção e valorização da marca Senac

Em relação à percepção dos empresários em relação ao Senac AM, 57% apontaram a instituição de ensino como referência em Credibilidade e Bons Cursos. Outros 19% veem o Senac AM como um Centro de Educação que fomenta o conhecimento, a qualificação, a capacitação e o aprendizado. Neste item, 15% dos entrevistados responderam que o Senac fomenta o interesse pela capacitação profissional e outros 4% dizem que a instituição de ensino.

Com base nesses dados, o Senac AM focou seus investimentos no atendimento às necessidades apresentadas pelos empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

Para 2022, por meio de um aporte financeiro de R$ 9 milhões repassados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Senac AM implementará cursos voltados para a Educação 4.0, também está previsto o lançamento de salas inovadoras, a inauguração da sala Microsoft no Centro de Informática Senac, a modernização da Plataforma Senac Empresas e de todos os laboratórios da instituição.

Em relação à plataforma Senac Empresas, a gerente de educação profissional da entidade, Ellen Castro, explica os benefícios dessa nova ferramenta para os empresários do Comércio de Manaus.

O Senac disponibilizará uma plataforma focada no atendimento ao empresário local. Nesse ambiente, serão oferecidos títulos ligados às novas tendências de gestão, como a metodologia Ágil, o Design Thinking e a aspectos relacionados às vendas. O próprio empresário terá a opção de escolher o título e efetuar a matrícula para toda a sua equipe. É uma possibilidade, via Ensino a Distância, de qualificação do empresário e de seus colaboradores. A previsão para o lançamento dessa plataforma é no segundo trimestre de 2022“, anuncia.   

Entre os títulos oferecidos destacam-se Estratégia de Negociação para Gestores, Estratégias de Business Intelligence, Ferramentas de Planejamento e Gestão empresarial, Gestão da Imagem Corporativa, Análise do Comportamento de Consumo, Indicadores de Sucesso no Atacado, Planejamento de Marketing para Gestores e Empreendedorismo digital.

Além do novo portfólio, o Senac AM também prevê para 2022, a inauguração e modernização de suas unidades, entre as quais destacam-se a ampliação da unidade Senac Centro em Manaus e a construção de dois novos Centros de Educação Profissional nos municípios de Maués e Borba, além de um Bistrô em Manaus. Também neste ano, a Balsa-Escola Senac volta a navegar pelos rios do AM levando educação gratuita e de qualidade às comunidades isoladas com difícil acesso rodoviário.  

Senac no AM  

Em nível nacional, o Senac é administrado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), hoje, gerida pelo amazonense José Roberto Tadros. Com 76 anos de atuação no Amazonas, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial está presente em Manaus e nas cidades de Manacapuru, Itacoatiara, Parintins, Tefé e Coari.

*Com informações da assessoria

Leia mais:

Quer empreender “do zero”? Manaus oferta 100 vagas para curso gratuito

AM lança novo Refis, com descontos de até 95% em juros e multa

Amazonas, por meio do Cetam, oferta 17 mil vagas em cursos EaD

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.