×
Articulações

Amom Mandel segue sem confirmação de ida ao União Brasil

O parlamentar confirmou para a equipe do Em Tempo, que até o momento não efetivou sua união ao grupo

Divulgação

Manaus (AM) – Em outubro de 2021, o vereador Amom Mandel (Sem Partido), utilizou suas redes sociais para anunciar sua filiação ao partido União Brasil. O parlamentar confirmou para a equipe do Em Tempo, que até o momento não efetivou sua união ao grupo.

“Já conversei com a sigla antes da efetivação no TSE. Desde então, ainda não conversei com eles”, afirmou o vereador.

Na época do anúncio, ele declarou buscar desenvolver junto ao partido, “projetos de juventude”, como havia prometido durante suas campanhas.

“Fui anunciado como filiado de interesse pelo vice-presidente nacional do União Brasil. Com a perspectiva de desenvolver o projeto de juventude que anunciei desde o início, aceitei e vou me filiar”, escreveu na publicação.

Amom, que foi eleito em pleito municipal em 2020, era filiado ao partido “Podemos”, e decidiu se desligar da sigla em julho de 2021, quando houve uma desfiliação em massa após a transferência do diretório estadual para o deputado Abdala Fraxe.

Anteriormente, ele já havia declarado que pretendia estudar suas opções antes de se juntar a um novo partido.

Eleições 2022

Perguntado acerca de seus possíveis planos e articulações para esse ano eleitoral – pleito para deputados, estaduais e federais -, Amom afirmou que até o momento não abordará o assunto.

“Sobre planos e articulações, tudo só será abordado a partir do cumprimento integral dos meus compromissos de campanha”, afirmou.

O nome do vereador vem sendo cotado para concorrer às eleições para o cargo de deputado federal. Segundo pesquisa eleitoral, Amom possui 8,7% da intenção de votos, ficando atrás somente do deputado federal José Ricado (PT), que possui 9,3% da intenção.

Leia mais:

Wilson Lima destaca avanços de políticas sociais do Estado

Bolsonaro diz que viagem à Rússia é “por comércio e paz”

Maioria do STF vota por rejeitar denúncia contra presidente da Câmara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.