×
Escola de luta

Projeto Social “Escola de Lutas José Aldo” vira realidade em Manaus

As aulas acontecerão dentro do CT Arena Norte, na Avenida Pedro Teixeira, n°68, no Dom Pedro, Zona Centro-Oeste

Manaus (AM)- Promessa de José Aldo Júnior, um dos maiores lutadores de MMA da história e lendário campeão da divisão dos penas do UFC, o projeto social que leva seu nome inicia nesta quarta-feira (16) as primeiras aulas na capital que é referência no Brasil nas artes marciais.

A Escola de Lutas José Aldo é uma iniciativa social patrocinada pelo Grupo Samel (assistência médica e hospitalar e planos de saúde), que oferta 100 bolsas totalmente gratuitas em três modalidades: Jiu-Jítsu, MMA e Muay Thai. As aulas acontecerão dentro do CT Arena Norte, na Avenida Pedro Teixeira, n°68, no Dom Pedro, Zona Centro-Oeste.

Os comandantes

O projeto social é liderado pelo faixa preta Márcio Pontes, primeiro professor do ex-campeão da categoria até 66kg do Ultimate Fighting e que atualmente disputa a divisão dos galos (até 61 kg).

Quem também está na coordenação da escola de lutas é Marcelo “Pão de Queijo” Pontes, faixa preta de jiu-jítsu e um dos astros da nova geração do MMA da academia MPBJJ/Nova União.

“Gratidão pela concretização dessa promessa do José Aldo, que começou no jiu-jítsu e se comprometeu lá atrás a criar esse projeto social. Feliz demais também pela parceria com o Grupo Samel, a empresa que mais investe no desporto do Amazonas e que está patrocinando essas 100 bolsas. Esse investimento certamente vai transformar muitas vidas através do esporte”, disse Márcio Pontes.

O coordenador da Escola de Lutas José Aldo acrescentou que o projeto social está aberto para novas parcerias com a iniciativa privada. A ideia é, futuramente, ofertar cursos de idiomas, além da prática das artes marciais.

“A MPBJJ/Nova União continua na parte competitiva, formando e revelando grandes lutadores de jiu-jítsu e MMA, mas a ideia do projeto é trazer novas empresas para ampliarmos essa iniciativa social para pelo menos 200 bolsas gratuitas, ofertando cursos e novas oportunidades para os alunos”, disse o faixa preta.

Modalidades

De acordo com os dois coordenadores, as turmas são divididas por modalidade e faixa etária: BJJ Kids (6 a 12 anos), BJJ Adulto (12 a 23 anos), MMA (15 a 27 anos) e Muay Thai (12 a 25 anos). A ideia é também abrir em breve bolsas para interessados na prática do Taekwondo, esporte que faz parte do programa dos Jogos Olímpicos.

Divulgação

*Com informações da assessoria

Leia mais:

Flamengo é bicampeão mundial de basquete

Atleta do AM é convocado para Seleção Brasileira de Patinação de velocidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.