×
Envenenamento

Agente penitenciário morre e família aponta envenenamento

No documento do IML consta que o trabalhador foi vítima de 'asfixia de origem a esclarecer' e família acredita que ele possa ter sido envenenado

Foto: Divulgação

Manaus (AM) – O agente penitenciário Francisco Aldimar Souza de Alencar, 39 anos, morreu após passar mal no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), na madrugada de segunda-feira (14).

De acordo com o relatório do Instituto Médico Legal (IML), Francisco foi encaminhado para a UPA Campo Sales, mas não resistiu e morreu às 03h36. No documento consta que o trabalhador foi vítima de “asfixia de origem a esclarecer”.

Foto: Reprodução

Informações preliminares apontam que o agente pode ter sido vítima de um envenenamento. Segundo familiares, a morte seria porque ele não queria envolver-se com os presos.

A reportagem do EM TEMPO procurou a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) para saber mais informações sobre o caso, no entanto, até o fechamento da matéria, não houve retorno do pedido.

Morto no Compaj

O detento Daniel Costa de Oliveira, 40, que cumpria pena no Regime Fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), foi encontrado morto dentro da unidade, em Manaus.

A morte foi confirmada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), nesta segunda-feira (14), embora o caso tenha sido registrado no domingo (13).

De acordo com a esposa da vítima, ele se envolveu em uma briga com outros presidiários e acabou gravemente ferido.

*Matéria atualizada às 18h30 desta terça-feira (15)

Leia mais:

Idoso envenena três vizinhos com líquido de radiador em São Paulo

Interno é encontrado morto após briga no Compaj, em Manaus

Homem é preso ao tentar jogar celulares para dentro de prisão de Coari (AM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.