×
Homicídio

Dois homens são executados em menos de uma hora na Cidade de Deus

As vítimas morreram de forma similar e menos de um quilômetro de distância

Foto: Divulgação

Manaus (AM) – O bairro Cidade de Deus registrou dois homicídios violentos em menos de uma hora na noite de terça-feira (15).

Paulo Geovani Gonçalves Pereira, de 36 anos, e Rafael Vieira Ferreira, de 30 anos, foram assassinados a tiros, em ruas diferentes, mas a menos de um quilômetro de distância.

O primeiro a morrer foi Paulo Geovani Gonçalves Pereira, de 36 anos, alvejado a tiros na rua Santo Antônio.

A vítima estava caminhando pela rua quando percebeu que estava sendo seguido por dois homens a pé. Ele chegou a correr por alguns metros, mas foi alcançado e morto com três tiros.

Rafael morreu a poucos metros de distância de Paulo. Foto: Divulgação

Minutos depois, mais uma morte: Rafael Vieira Ferreira, de 30 anos, também foi morto de forma similar na rua Santa Julia.

Rafael estava passando pela rua quando percebeu que estava sendo seguido por um homem, que também estava a pé.

Ao perceber a perseguição, Paulo tentou fugir e correu . No entanto, o assassino o alcançou e disparou um tiro na cabeça da vítima. Ele morreu no local, nas proximidades da casa onde morava.

Diligências

Os policiais da 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) estiveram nos locais para atender as ocorrências e ouviram as testemunhas do crime.

A equipe estava primeiro na ocorrência da morte de Paulo, quando recebeu o chamado de que um outro homem havia morrido a poucos metros dali.

Após isolarem as áreas do crime, acionaram as equipes do Instituto Médico Legal (IML), do Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC-AM) e os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Similaridades do crimes

Os dois crimes aconteceram em menos de um quilometro de distância e com diferença de poucos minutos. Ambas as vítimas foram mortas da mesma forma, no entanto, não há informações se os assassinos são os mesmos.

O bairro Cidade de Deus é considerado uma área vermelha e os crimes podem ter relação com o tráfico de drogas na região.

Para os moradores, permanece a “lei do silêncio” de não revelar muitos detalhes do crime que presenciaram, justamente, por uma questão de segurança.

Leia mais:

Em Manaus, adolescentes mortos em chacina não tinham envolvimento com crimes, afirma PC

Dois homens são assassinados a tiros por criminosos em Manaus

Homem é morto a tiros enquanto caminhava por rua do Novo Aleixo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.