×
Contexto

Amaturá, no Alto Solimões, é o município brasileiro com menor índice de imunizados contra a Covid-19

De acordo com o Observatório da Covid-19, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Amaturá, no Amazonas, é o município brasileiro com o menor percentual de população imunizada

Divulgação

Amaturá, no Alto Solimões, é o município brasileiro com menor índice de imunizados contra a Covid-19

De acordo com o Observatório da Covid-19, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Amaturá, no Amazonas, é o município brasileiro com o menor percentual de população imunizada com a 2ª dose da vacina contra a Covid-19: apenas 11,5%.

O ranking negativo, publicado pelo jornal O Globo, foi mostrado ontem no painel eletrônico da Assembleia Legislativa (Aleam) pelo deputado Serafim Corrêa (PSB), que lamentou o constrangimento de Amaturá, localizado no Alto Solimões, considerado o pior entre 5.570 municípios, mais o Distrito Federal, no combate à pandemia.

Além de Amaturá, o ranking ruim inclui, ainda, mais dois municípios amazonenses situados no Alto Solimões, Santo Antônio do Içá, com 15,7%, e São Paulo de Olivença com 17,1%, ocupando, respectivamente, o 6º e o 8º lugar.

SOS por vacina

Ainda com relação ao Amazonas, os moradores de Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo também não completaram o esquema vacinal contra a Covid-19.

Nessas cidades, o índice de vacinados com duas doses não chega a 45%. A dose de reforço foi aplicada em pouco mais de 6% da população.

A maioria dos casos graves e hospitalizações ocorre entre pessoas não vacinadas ou com esquema vacinal incompleto

Bombeiros

Após a realização das provas do concurso para o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, ocorrida no sábado (12/02), a Fundação Getulio Vargas (FGV), banca organizadora do certame, disponibilizou o gabarito oficial das provas.

Os candidatos podem fazer a consulta por meio do endereço eletrônico https://conhecimento.fgv.br/concursos/cbmam21.

O certame dispõe de 53 vagas do cargo de 2º tenente (nível superior) e 400 vagas de soldado (nível médio).

Giglio otimista

O titular da Sefaz, Alex Del Giglio, destacou o esforço conjunto, unindo Governo do Estado, empresários e políticos, para evitar prejuízos à Zona Franca de Manaus com a ameaça de redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) por parte do Ministério da Economia.

Segundo ele, o Comitê de Assuntos Tributários Estratégicos (Cate), criado pelo governador Wilson Lima em 2019, está mais do que empenhado não somente na luta contra a redução da alíquota do IPI, mas também atento à tramitação da PEC 110, que também pode causar sérios danos à ZFM.

Gedeão assina ficha

O ex-vereador e ex-deputado federal Gedeão Amorim assinou ontem ficha no Avante do prefeito David Almeida.

Egresso do MDB, onde militou durante longo período, ele será candidato a Assembleia Legislativa nas eleições deste ano.

Sabá Reis

Outro que está com malas e bagagens no Avante é o titular da Semulsp, Sabá Reis, ex-PL.
“Ele é um gigante, trabalha mais do que eu”, disse o prefeito David Almeida em evento recente, quando elogiou o desempenho do secretário à frente da Semulsp.

705 milhões

Em sua primeira reunião neste ano, ontem, o Codam (Conselho de Desenvolvimento do Amazonas) avaliou 29 projetos industriais, sendo 15 de bens finais e 14 de bens intermediários, e um investimento da ordem de R$ 705 milhões, com estimativa de geração de 1.286 postos de trabalho.

A Prefeitura de Manaus marcou presença no evento realizado na sede da FIEAM através do titular da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), Radyr Júnior, representando o prefeito David Almeida.

Incentivo a cursos

Projeto de lei, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa (Aleam), deputado Roberto Cidade (PV), cria a política estadual de incentivo aos cursos sociais, populares e comunitários, organizados por iniciativa da sociedade civil e destinados à população carente.

A ideia é que o Governo auxilie essas atividades com recursos, estrutura física e equipamentos para a realização de cursos voltados para o esporte, cultura, apoio educacional e impulso ao mercado de trabalho.

Novo Airão

Reunida ontem com a primeira-dama de Novo Airão, Márcia Silveira, na sede da SEAS, em Manaus, a deputada licenciada Alessandra Campêlo garantiu maior atenção do Governo do Estado a assistência social no município.

“A reunião girou em torno da execução de emendas para a assistência social, repasse fundo a fundo de mais recursos para Novo Airão, balanço das últimas entregas do Auxílio Estadual permanente no município, entre outros temas relevantes da área”, explicou Alessandra.

Apoio a pesquisa

O deputado Dermilson Chagas destinou emendas parlamentares que apoiam as pesquisas da Ufam sobre o comércio de pescado e segurança alimentar.

A pesquisa é realizada pelo grupo de Estudos Econômicos da Pesca e Aquicultura do Estado do Amazonas da Faculdade da Ciências Agrárias da Ufam e conta com recursos de R$ 400 mil.

Conforme o deputado, a pesquisa possibilitará a análise de indicadores econômicos e de eficiência do setor, principais espécies comercializadas, preços médios praticados, tendências de consumo do pescado local, questões relacionadas à segurança do alimento e perfil do consumidor.

Segurança alimentar

Dermilson considera que os recursos destinados às pesquisas da Ufam de grande importância para o setor pesqueiro do Estado.

O objetivo é a sistematização dos dados do pescado desembarcado, comercializado e consumido no município de Manaus, principal centro consumidor do Amazonas e, sobretudo, a segurança alimentar.

Grana ao interior

Por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), o Governo do Estado já repassou mais de R$ 215 milhões a cinco prefeituras municipais do Amazonas para melhorias em infraestrutura.

Dentre os beneficiados, destacam-se Manaus, Lábrea, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira e Caapiranga.

Reajuste a conselheiros

Em requerimento ao prefeito David Almeida, a deputada Joana Darc (PL) pediu reajuste salarial aos conselheiros tutelares de Manaus.

Joana promete destinar recursos de emendas para ajudar na estruturação dos conselhos tutelares nos 61 municípios do Amazonas.

Garimpo ilegal

Tramitam no Congresso Nacional projetos de decreto legislativo (PDL), de autoria do senador Fabiano Contarato (PT-ES), que se opõem a medidas do Governo Federal envolvendo a mineração na Amazônia.

Um dos decretos determina que a Agência Nacional de Mineração (ANM) estabeleça regras simplificadas de outorga para empreendimentos de mineração na região.

Outro decreto institui o Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Mineração Artesanal e em Pequena Escala (Pró-Mape).

De olho na prescrição

Há vinte anos acusado de “rachadinha”, o deputado federal Silas Câmara (Republicanos) mais uma vez escapou de ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Se a Corte demorar a definir o caso, o processo será prescrito, encerrando-se a questão.
Os ministros Luis Roberto Barroso e Edson Fachin votaram a favor da condenação do parlamentar, mas o julgamento não consegue ter sequência no STF.

Leia mais:

Barroso vai restringir Telegram e adverte plataformas sobre fake news

E o povo, como fica, afinal ?

Políticos exploram podcasts à vontade no YouTube, driblando regras do TSE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.