×
Racha

“Racha” termina em grave acidente na Djalma Batista

O acidente causou transtornos aos motoristas que passavam pelo local

Foto: Reprodução

Manaus (AM) – Uma corrida ilegal, o famoso “racha” ou “pega”, terminou em um acidente grave na avenida Djalma Batista, zona Centro-Sul de Manaus, na noite de quinta-feira (17). Duas motos e um carro ficaram destruídos, e o resultado da disputa causou engarrafamento no local.

Segundo testemunhas, Ruan Marques, 25, conduzia uma moto Honda, de cor branca, e colidiu com o carro Toyota Corola Cros, dirigido por Josiane Pereira, 43 anos.

Outra motociclista, Dayane Castro, de 23 anos, que guiava uma moto Yamaha de cor preta e cinza também foi atingida.

Testemunhas afirmaram que os veículos estavam disputando um “racha”, perderam o controle e colidiram em frente a uma universidade particular de Manaus.

O acidente causou transtornos aos motoristas que passavam pelo local, já que a avenida Djalma Batista é uma das mais movimentadas de Manaus. O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) esteve no local para controlar o tráfego.

As vítimas do acidente foram encaminhadas para uma unidade hospitalar e o estado de saúde é estável, segundo o Serviço de Atendimento Móvel (Samu).

Fazer racha é crime

Lembrando que a prática de “racha” é crime no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e a participação na corrida ilegal é de seis meses a dois anos de detenção, para até três anos.

No caso de a prática resultar em lesão corporal grave ou morte, porém, a pena poderá ser de reclusão.

Leia mais:

Falta de manutenção favorece acidentes em carros a gás, diz especialista

Mulher morre carbonizada em grave acidente de carro em Itacoatiara

Cartórios do AM registram queda de 94% nas mortes por Covid-19 em janeiro de 2022

Comentários:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.