×
Contexto

Azevedo fala em “apreensão” e diz que redução de IPI coloca em risco a ZFM

Nelson Azevedo, diz-se preocupado com o jogo do Ministério da Economia acerca do IPI.

Divulgação

Azevedo fala em “apreensão” e diz que redução de IPI coloca em risco a ZFM

“Estamos apreensivos com a proposta de redução das alíquotas do IPI de maneira irrestrita, isto compromete a competitividade das indústrias instaladas no Polo Industrial de Manaus”, disse ontem à coluna o vice-presidente da FIEAM, empresário Nelson Azevedo, dizendo-se preocupado com o jogo do Ministério da Economia acerca do IPI.

“Mesmo com a declaração do ministro Paulo Guedes, de que não prejudicaria a ZFM, temos que continuar vigilantes para defender o modelo ZFM e sua atratividade, para manter os investimentos atuais, atrair novos e continuar com o desenvolvimento regional e a proteção da floresta”, afirma Azevedo.

“O conjunto das declarações do ministro da economia sobre as vantagens competitivas, essenciais à sobrevivência de nosso desenvolvimento, são historicamente preocupantes”. Mas, apesar dos pesares, Azevedo espera que Guedes não mexa com a ZFM. “É provável que ele tenha compreendido o alcance, necessidade e a efetividade do programa Zona Franca de Manaus. Vamos ficar atentos e dar um voto de confiança ao Guedes”.

Dá para confiar ?

Após desferir duros golpes contra a ZFM desde o início da pandemia do coronavírus em 2020, o ministro da Economia, Paulo Guedes, prometeu à bancada federal do Amazonas que não reduzirá mais a alíquota do IPI e não mais perseguirá a ZFM.

Do senador Omar Aziz (PSD) ao deputado federal Sidney Leite (PSD), os parlamentares amazonenses receberam com reservas a manifestação do ministro, que deve divulgar em breve como executará o projeto de redução linear do IPI em até 50% com o objetivo de aplacar a inflação.

Arthur no ataque

Também o ex-prefeito Arthur Neto (PSDB) reagiu a tentativa de Paulo Guedes de mexer nos incentivos fiscais da ZFM.

“Ministro Guedes, essa história de o senhor dividir ao meio o IPI em todo país seria mais próprio na discussão de uma verdadeira reforma tributária. E não mexa com a Zona Franca de Manaus, ela é isenta de IPI e não se pode mexer nisso, porque ela garante a floresta em pé, garante o emprego pelas vias diretas ou indiretas dos amazonenses que labutam aqui na minha terra”, manifestou Arthur.

Carta Sindical

Solidário aos pescadores brasileiros, o deputado federal Átila Lins (PP), em audiência com o ministro do Trabalho e Previdência, Ônyx Lorenzoni, na quinta-feira (17), questionou a Lei 13.846/2019, que retirou das Colônias de Pescadores a possibilidade de emissão da Carta Sindical.

A expedição do documento, decisivo para fins de aposentadoria, passou a ser responsabilidade dos poderes executivos municipais.

O ministro determinou ao presidente do INSS, José Carlos Oliveira, e ao secretário da Previdência do Ministério do Trabalho, Leonardo Rolim, a mudança do texto da lei, devolvendo a competência às organizações pesqueiras.

“União venceu”

“A união de todos venceu”, disse Átila Lins à coluna, ontem, ao destacar a atitude do ministro Lorenzoni ao fazer retornar às entidades pesqueiras a prerrogativa de emitir a Carta Sindical.

Da audiência com o ministro, além de Átila, participaram também o presidente nacional da Confederação Brasileira dos Trabalhadores da Pesca e Aquicultura (CBPA), Abraham Lincoln, e o presidente da Federação da Pesca do Amazonas, Joao Vieira (Negão).

Força à saúde

O Hospital Vó Mundoca, de Borba, recebeu novos equipamentos e insumos que vão melhorar a prestação dos serviços de saúde à população local.

A aquisição dos materiais foi graças a emenda impositiva, da ordem de R$ 120 mil, de autoria da deputada licenciada Alessandra Campêlo (MDB).

Avançar no IDEB

Em reunião administrativa na Semed, o prefeito David Almeida desafiou mais de 500 gestores municipais a buscarem excelência nas unidades de ensino para que Manaus passe a liderar o ranking nacional do Índice de Desenvolvimento da Atenção Básica (IDEB).

Após pagar o maior abono da história do Fundeb (mais de R$130 milhões) aos professores municipais, em 2021, David diz não ver dificuldades para a capital do Amazonas avançar no ranking do IDEB. A questão é de boa vontade e muito esforço, diz.

Troca de legendas

Atualmente no PSDB, a deputada Therezinha Ruiz pode mudar de ares com a abertura da janela partidária no início do próximo mês de março. Ela estuda convites do PSC , do governador Wilson Lima, e do Avante, do prefeito David Almeida.

A exemplo de Therezinha, outros parlamentares estaduais, que formam a bancada de apoio ao Governo do Estado na Aleam, também estudam propostas de várias legendas e deverão decidir, durante todo o mês de março, seus novos rumos visando as eleições deste ano.

Federações

De olho na Câmara Federal, o deputado Saullo Vianna estuda convite do Avante, e outro parlamentar estadual, Fausto Jr., deve deixar o MDB e migrar para outra legenda.

A formação de federações partidárias, em nível nacional, entretanto, fará com que as definições ocorram somente no final de março, reta final para o fechamento da janela partidária.

Muita conversa

Enquanto os caciques aceleram acertos em Brasília sobre as federações, no Amazonas os parlamentares desenvolvem conversas intensas entre si e também com o governador Wilson Lima e o prefeito David Almeida.

À coluna um deles revelou que a precaução, neste momento, “é a receita basilar para evitar precipitações frustrantes e perigosas”.

Eles também se preocupam com a presença de alguns deputados federais na disputa estadual, como é o caso de Bosco Saraiva (SD), que já decidiu lutar por uma vaga na Aleam na batalha de votos de outubro.

Lei da Ficha Limpa

No próximo dia 23 de fevereiro o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) retomará o julgamento sobre a contagem de prazo para inelegibilidades decorrentes de ações criminais.

Em setembro de 2021, o julgamento foi interrompido em função de um pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes.

PP joga dados

Para alguns analistas, o novo presidente nacional em exercício do Progressistas, deputado federal Cláudio Cajado (PP-BA), “é um habilidoso jogador de dados em política”, sabendo conciliar, ao mesmo tempo, apoio ao presidente Jair Bolsonaro e acenos ao ex-presidente Lula.

Dizem que ele classifica de “exercício democrático” o comportamento de determinadas bases progressistas no Norte e no Nordeste tendendo mais para Lula.

Arte em Manaus

Mais um fim de semana recheado de exposições para serem visitadas em Manaus, com acesso gratuito, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

No Palacete Provincial (Praça Heliodoro Balbi, Centro) neste sábado, às 11h, acontece a abertura da exposição “O canto do poeta”, envolvendo a poesia de Joaquim de Alencar e Silva, um dos fundadores do movimento modernista Clube da Madrugada e imortal da Academia Amazonense de Letras.

Vanessa no octógono

Após três mandatos na Câmara Federal e um no Senado, Vanessa Grazziotin quer voltar ao Congresso Nacional.

Sua candidatura a deputada federal é praticamente certa no PCdoB.

Leia mais:

Amaturá, no Alto Solimões, é o município brasileiro com menor índice de imunizados contra a Covid-19

Barroso vai restringir Telegram e adverte plataformas sobre fake news

Políticos exploram podcasts à vontade no YouTube, driblando regras do TSE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.