×
racismo

Criança negra é agredida por segurança do Burger King com cintadas

A criança ganhou um refrigerante de uma cliente, mas foi e retirada do estabelecimento com cintadas

São Paulo (SP) – Um menino de 12 anos foi agredido por um segurança do Burger King, na Zona Sul de São Paulo. Após ganhar um copo de refrigerante de uma cliente da loja, a criança teve o copo tomado das mãos pelo segurança e foi expulso do local a cintadas. O caso ocorreu na terça-feira (15) e foi registrado na 26ª Delegacia de Polícia, em Sacomã, depois que a mãe foi informada.

“Eu entrei. Aí ela foi e me deu um copo. Aí eu falei tá bom. Aí na hora que eu fui encher, ele pegou o copo de mim e deixou lá no lixo. Daí, quando fui correr, ele me deu uma cintada”,

contou a vítima em entrevista ao telejornal Bom Dia SP. Algumas pessoas que estavam no local se revoltaram com a situação e interviram em favor do menino.

Em vídeo que circulou pelas redes sociais, é possível ver quando um homem se revolta e começa a bater no segurança. Quando os demais funcionários da loja saem em defesa do menino, outra pessoa, que estava filmando a cena, começa a discutir. “Ele bateu na criança, ele bateu na criança de cinta. Nem mendigo se trata desse jeito, parceiro”, diz.

Rayane Carmen da Silva, mãe do menino agredido, disse que o segurança agiu motivado por preconceito. “Pra mim isso foi uma agressão a partir da cor, porque o segurança é branco e meu filho é preto, mas não justifica por a mão numa criança”, declarou. Ela também contou que foi até a loja falar com os funcionários, mas ninguém a levou a sério.

“Eu fui lá no Burger King para tomar satisfação com o que fizeram com o meu filho. Chegaram a dizer que achavam que ele não tinha pai nem mãe, como se isso fosse justificativa para bater nele da forma como bateram”, lembrou. Na quarta-feira (17), ela foi à delegacia acompanhada da avó do garoto para registrar a ocorrência. O caso está sendo investigado como lesão corporal.

*Com informações do Correio Braziliense

Edição: Lucas Henrique

Leia mais:

Vítimas de maus-tratos, crianças moravam em casa cheia de baratas e lixo em Manaus

IML libera corpo de criança errada e família descobre ao abrir caixão; veja

Criança desaparecida há mais de 2 anos é encontrada viva debaixo de escada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.